20 de setembro de 2007

Ogait Lagaffe


Isto de me arvorar por vezes (poucas, garanto, mas ainda assim em excesso) em bófia de costumes dá nisto.
Dirijo-me meio ensonado ao balcão de um mui tipicamente lisboeta estabelecimento pasteleiro para a minha dose matinal de cafeína, acompanhada do pastelito de nata de duvidosa qualidade, para disfarçar.
Eis senão quando, entre uma mastigadela e um sorvo, mesmo ao meu lado direito e a uns bons 80 centímetros abaixo do meu fraco ouvido, uma delicada voz feminina pede ao bigodudo empregado:
"Queria uma bica e um Marlboro Lights, por favor".
Um pouco perturbado com tão precoce queda para o veneno, não resisto e, rodando o meu pescoço para as 15 horas e os meus olhos noventa graus para baixo, profiro :
"Não achas que ainda és muito nova para beber café?" (planeiei começar paternalmente pelo mal menor, à guiza de quebrar o gelo e passar depois para o outro vício).
A resposta: "E ao senhor, não lhe ensinaram a não falar com a boca cheia?"
Pois, até que me ensinaram. E até me ensinaram a estar calado. A miúda era baixinha, é certo, mas tinha 40 anos, au moins. E o empregado aparentemente não apreciou ter de passar o paninho amarelo pelo balcão, de molde a remover o café involuntariamente ejectado da minha boca nano-segundos depois da resposta da menina (perdão, da senhora).

5 comments:

triss 20 de setembro de 2007 às 23:28  

até chorei, a rir pois:)

Anónimo,  21 de setembro de 2007 às 11:57  

Hilariante!!!!!! Blue.

Rita 21 de setembro de 2007 às 16:02  

Sim, que afinal era uma Grande mulher :)

Lila Ups,  21 de setembro de 2007 às 16:24  

ehehehehehe!!!!
Lindo!

  © Blogger templates The Professional Template by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP  

blogaqui?
Web Pages referring to this page
Link to this page and get a link back!